VIAJAR COM BEBÉS

July 17, 2016

Férias ou mesmo pequenas escapadelas com bebés não têm por que ser complicadas; podem até revelar-se bem mais simples do que em idades mais avançadas, quando já andam e correm.

 

Apesar da atenção constante que requerem e das rotinas que é preciso manter, especialmente no que diz respeito a alimentação e troca de fraldas, nada impede -excepção feita a situações de cansaço excessivo por parte dos pais – que se possa desfrutar de umas merecidas férias, mais não seja para uma simples mudança de ares.

 

No caso de destinos mais exóticos ou com poucas infraestruturas a nível de saneamento básico, convém no entanto ponderar reservar a viagem para quando a criança já for um pouco mais crescida. Se mesmo assim decidir ir, não o faça antes de falar com o médico e lembre-se que é obrigatório multiplicar cuidados e atenção para evitar problemas gástricos ou contágio de doenças, muitas vezes transmitidas através de simples picadas de mosquitos.

 

Aproveite e informe-se sobre a cobertura do seu seguro no estrangeiro. Dias antes da partida, elabore uma lista com tudo aquilo que é indispensável levar, para evitar contratempos e confusão aquando da altura de fazer as malas.

 

NA VIAGEM

Se viajar de carro, certifique-se que a cadeirinha auto reúne os requisitos necessários para o transporte do bebé. Assegure-se igualmente que o bebé não viaja ao sol; ideal será talvez adquirir para-sóis para as janelas traseiras.

 

Se se deslocar de avião, tente reservar o voo mais próximo da altura em que o seu filho costuma estar mais sonolento, o que permitirá a todos uma viagem mais tranquila. Na sua impossibilidade ou se tiver de fazer escalas, saiba que há inúmeros aeroportos que disponibilizam serviços e espaços especialmente dedicados a quem viaja acompanhado por bebés e crianças, situados geralmente junto à área das partidas. Algumas companhias aéreas possuem serviço de self check-in e check-in on-line. O que permite evitar eventuais filas de espera. Informe-se e utilize-os sempre que possível.

 

Durante a descolagem e aterragem, a diferença de pressão pode provocar mal-estar nos ouvidos do seu bebé; para o evitar, incentive-o a chupar a chupeta ou, dependendo das idades, a beber água ou leite pelo biberão. Não menos importante, peça ajuda sempre que o necessitar. Tanto entre o pessoal de terra como na tripulação, encontra sempre alguém que possa facilitar-lhe água para o biberão, segurá-lo uns instantes ou levar as fraldas sujas (acondicionadas num saco) para o lixo.

 

ESSENCIAIS PARA A VIAGEM

Fraldas: uma por cada hora de viagem, sem esquecer uma ou duas para imprevistos;

Toalhitas;

Creme para assaduras;

Sacos de plástico (sobretudo para fraldas sujas);

Muda-fraldas (opcional);

Cobertor;

Duas ou mais chupetas;

Leite, se não amamentar, água mineral, potinhos de comida, dependendo da idade, bem como biberões ou talheres;

Carrinho desdobrável, sling ou marsupial;

Muda de roupa;

Chapéu;

Kit primeiros socorros (informe-se junto dos seu médico sobre os medicamentos a levar, termómetro, gel antisséptico, pinça, pensos e compressas, soro fisiológico, solução rehidratante, protetor solar, repelente de insectos próprio para a idade);

Um ou outro brinquedo preferido.

 

Fonte: Mamãs & Bebés

Please reload

Featured Posts

DIA MUNDIAL DO ANIMAL: OS BICHOS VIERAM À ESCOLA

October 28, 2019

1/8
Please reload

Recent Posts

October 28, 2019

September 26, 2019