CUIDADOS COM O SOL E O CALOR

June 28, 2020

O sol e as crianças são uma combinação mais que perfeita. O bom tempo é sinónimo de brincar em liberdade, ao ar livre, no parque, no jardim, no campo, na praia,… Mas a preocupação e os cuidados com o sol e o calor para defender a saúde da pele é um cuidado que se deve ter em todos os momentos, e não apenas em férias ou nas idas à praia.
 

O sol tem muitas vantagens para a nossa saúde. Uma exposição moderada é positiva e estimulante para o organismo. Influência a produção de certas hormonas e tem uma ação antidepressiva. O calor solar melhora a circulação dos músculos e articulações.
 

Ao nível da pele, a radiação ultravioleta (UV) estimula a síntese da vitamina D que intervém no metabolismo do cálcio para ossos saudáveis, e parece ter um efeito preventivo no aparecimento de certas neoplasias. A radiação do sol também pode melhorar algumas doenças da pele (psoríase, dermatite seborreica e acne ligeira).
 

Mas a exposição solar excessiva é prejudicial. A exposição desprotegida e prolongada ao sol e o calor intenso são particularmente perigosos para os mais novos, podendo causar queimaduras solares (escaldões) mais ou menos graves, cataratas, enfraquecer o sistema imunitário, golpes de calor, insolação e mesmo choque.
 

Por que é tão importante proteger a pele dos bebés e das crianças?

A pele dos bebés e das crianças é muito frágil e fina e, por isso, facilmente sujeita agressões como queimaduras solares e a desidratação. Para além disso, tem menos defesas naturais: as glândulas sudoríparas ainda são imaturas, não produzindo suor suficiente para arrefecer o corpo, e a melanina (pigmento que protege a pele contra os raios ultravioletas) é produzida em quantidade insuficiente para conferir a proteção necessária da pele.
 

Por tudo isto, a pele dos bebés e das crianças deve ser sempre protegida antes das saídas para o exterior, mesmo que tal não signifique férias uma ida à praia.
 

Outra questão a ter em mente: os bebés com menos de seis meses não devem ser expostos diretamente ao sol e as crianças até aos dois anos devem usar roupa durante o período de exposição solar.
 

Como vestir a criança para o calor ou para a praia?

A proteção da pele e dos olhos é essencial para desfrutar do sol e do calor com segurança. Considerando a natural imaturidade da pele infantil, nos dias de calor, a criança deve vestir roupa adequada, usar chapéu e óculos de sol.

O que não pode esquecer:

  • Roupa larga, de algodão e de cores escuras;

  • Chapéu de abas largas (que proteja a cabeça, orelhas e pescoço);

  • Óculos com proteção ultravioleta igual ou superior a 99%.

Desfrutar do sol e do calor com segurança

Para uma proteção eficaz, o horário de exposição ao sol, a proteção da pele com um produto específico e a hidratação são três regras de ouro. Um mito comum refere-se ao índice de proteção solar.

 

Muitas pessoas começam a época balnear com um protetor solar de índice elevado que vão diminuindo ao longo do verão. Contudo, e especialmente no caso dos bebés e das crianças, o índice recomendado é sempre o fator de proteção máxima.
 

Os cuidados básicos na exposição ao sol:

  • Evite a exposição solar nas horas de maior calor (das 11h às 17h);

  • Escolha um protetor solar com fator de proteção muito elevado (superior a 50), hipoalergénico e resistente à água;

  • Aplique generosamente protetor solar 30 minutos antes da exposição solar (tempo médio que a pele precisa para o absorver);

  • Reaplicar protetor solar a cada duas horas e depois de a criança ir à água (no rosto e corpo);

  • A pele coberta com o fato de banho, calções ou t-shirt também deve ser protegida com protetor solar e não apenas a pele exposta ao sol;

  • Aplicar protetor solar mesmo nos dias nublados (uma vez que a radiação solar atravessa as nuvens e tem iguais efeitos negativos na pele);

  • Certifique-se que o protetor solar está dentro do prazo de validade (regra geral, o prazo de validade é de 12 meses após a abertura da embalagem pelo que, não se devem utilizar sobras do ano anterior);

  • Sempre que possível, escolha uma zona com sombra ou leve um guarda-chuva de praia para criar uma zona segura para as brincadeiras na areia;

  • Ofereça regularmente água à criança;

  • Ofereça refeições ligeiras;

  • Depois do banho, aplique um hidratante para refrescar e acalmar a pele.

Atenção aos golpes de calor!

Dores de cabeça, tonturas, vómitos, excitação ou perda de consciência são sintomas de golpes de calor. Nesta situação, a criança deve ser deitada em local arejado e à sombra, com a cabeça elevada.
 

Colocar compressas frias na cabeça e oferecer água fresca é igualmente importante. Em caso de perda dos sentidos, a criança deverá ser colocada de lado e transportada de imediato para o hospital.
 

Fonte: Mãe me quer

Please reload

Featured Posts

.

June 28, 2020

1/8
Please reload

Recent Posts

June 28, 2020