NO CONFINAMENTO, FAÇA JOGOS TRADICIONAIS EM CASA COM AS CRIANÇAS


Em Portugal estamos, infelizmente, a viver momentos de excepção e grande dramatismo, no que toca à crise sanitária global, com o nosso país a bater quotidianamente recordes mundiais de contaminações e mortes.

Cenário que nos obriga a resguardar ao máximo, o que faz com que as opções para entreter as crianças escasseiem e se restrinjam a casa. Nesta edição, deixamos-lhe assim alguns jogos tradicionais que pode ensinar aos seu filho, mesmo em confinamento.

Farto de estar no sofá? Os miúdos precisam de descarregar energias? Não se preocupe há cinco jogos tradicionais que vão puxar por si e pelos miúdos, a nível físico ou psicológico, em que não precisa de muito espaço e pode fazer dentro de quatro paredes.

Caça ao tesouro

Corte vários pedaços de papel e em cada um coloque uma determinada quantidade de pontos. Esconda os vários pedaços de papel pela casa e dê aos jogadores entre um e dois minutos para encontrar o maior número possível. O jogador com a pontuação mais alta vence.

Berlindes

Tire a sua antiga coleção de berlindes da gaveta. Com um giz desenhe um círculo no chão ou faça-o com uma corda se estiver em casa. Escolha um berlinde e coloque 5 a 10 no centro do círculo. O jogador tem que “atirar” o seu berlinde com o polegar, tentando empurrar o máximo de berlindes para fora do círculo.

Dança das cadeiras

Cenário do jogo: várias cadeiras dispostas em roda, menos uma do que o número total de participantes. Quando a música começa a tocar, os jogadores dançam à volta das cadeiras. Quando o som baixa, todos se tentam sentar. Quem ficar de pé perde e sai do jogo. Ganha quem conseguir chegar ao final.

Telefone estragado

Forme uma linha com um mínimo de quatro participantes. Um jogador diz uma frase ao ouvido da pessoa ao seu lado, de modo que os outros participantes não escutem. Quem ouviu o segredo tenta então repetir o que ouviu ao próximo e assim por diante até chegar ao último, que deve contar o segredo em voz alta.

O Jogo da Carica

Desenhe no chão uma pista, com partida e chegada, no formato que desejar. Depois, os jogadores têm de conduzir as suas caricas com o impulso dos dedos até à meta sem sair das linhas definidas inicialmente. Ganha quem chegar primeiro.

Fonte: Os Ilustres com Estrelas e Ouriços

Featured Posts
Recent Posts