VISITAS CULTURAIS EM TEMPOS DE PANDEMIA


Tendo em conta as medidas de recolher obrigatório, este mês deixamos um conjunto de sugestões para sair com os mais novos a espaços só estão abertos durante a manhã.

O horário de abertura dos Museus, Monumentos e Palácios Nacionais, aos fins de semana, passa a ser entre as 10 e as 13 horas, com entradas gratuitas, como foi anunciado pela Direção-Geral do Património Cultural (DGPC).

Citada pela agência Lusa, a DGPC lembra que última entrada nestes equipamentos, aos sábados e domingos, é às 12h30. Além disso, “tendo em conta a significativa alteração das condições de visita, devido à redução de horário, estabelece-se gratuitidade a título extraordinário nos fins de semana”.

A DGPC tutela 156 museus agregados na Rede Portuguesa de Museus, e os monumentos e palácios nacionais, como os palácios da Ajuda e de Mafra e o Castelo de Guimarães.

Alguns museus de Lisboa e do Porto tinham também anunciado a decisão de reduzir o horário ou encerrar totalmente, nos fins de semana, em resposta às novas regras de confinamento, para combater a pandemia Covid-19.

O Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia (MAAT), em Belém, Lisboa, optou por encerrar totalmente, mas durante a semana mantém o horário diário das 11 às 19 horas.

O Museu Gulbenkian, nos dois próximos fins de semana, estará aberto das 9h30 às 12 horas e as exposições temporárias “Esculturas Infinitas” e “René Lalique e a Idade do Vidro” podem ser vistas durante o mesmo horário.

Quanto ao Museu Coleção Berardo, em Belém, vai encerrar aos sábados e domingos, às 13 horas, com última entrada às 12h30, e as atividades para adultos e famílias, previstas para esses fins de semana, passam a ser realizadas em novos horários indicados no sítio ‘online’ do museu.

Fonte: Os Ilustres com NIT

Featured Posts
Recent Posts